Massagem não é luxo, é saúde e prevenção

A massagem além de aliviar sintomas do stress e ansiedade, pode melhorar a qualidade de vida.

Corpo cansado, dolorido, castigado pela vida acelerada? Que bom seria uma massagem! No entanto, muita gente tende a desistir da ideia, pois considera este um luxo ao qual não pode se render.


Ora essa! Somos capazes de gastar com roupas, sapatos e tantos outros produtos que, certamente, nos dão prazer, mas não aliviam a dor do dia a dia. Por que, então, não investir em saúde preventiva?

Massagem não é luxo. Além de relaxante, contribui para a prevenção de doenças. A prática milenar de massagear (no Oriente Médio, por exemplo, existe há mais de 5 mil anos) melhora a atividade muscular, aumenta a circulação sanguínea, o fluxo de nutrientes e auxilia a remover substâncias tóxicas das células. Essas combinações promovem a sensação de bem-estar.

A Drenagem Linfática, por exemplo, tem como objetivo diminuir a retenção de líquidos, eliminando aquela sensação de inchaço. Já a massagem modeladora envolve manobras rápidas e fortes, visando à redução da gordura localizada. Mas é bom ter o apoio de um profissional capacitado, para que não resulte em mais dores e transtornos.

Há, ainda, massagens com Bambu e Pedras Quentes, a Indiana , a Water Therapy, Head Care que foca em 19 pontos da face e do pescoço, e a Reflexologia Podal que é extremamente poderosa.

Mesmo em meio à correria diária, é preciso reservar um tempo para cuidar da saúde física e mental, antes que você seja obrigado a parar por causa de uma dor crônica ou qualquer outra enfermidade resultante do estresse e da tensão muscular.



Fonte: G1